segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Doom

Gênero: Ação
Ano: 1996
Fabricante: Id Software
Um homem, um punhado de armas e muitos, mas muitos monstros querendo devorar sua cabeça! Assim é Doom, jogo que se passa em Marte, local onde um acidente ocorreu numa estação espacial e você é o único sobrevivente da tragédia que precisa dar um jeito de cair fora desse verdadeiro inferno com vida e ainda acabar com os planos dos malignos aliens que pretendem, após Marte, invadir a Terra.

Doom foi um verdadeiro arrasa-quarteirão quando foi lançado originalmente nos PC's, e em 1993 ganhou sua versão para o nosso querido Snes, mas será que essa conversão consegue manter a qualidade original da série? Isso que veremos adiante nesse review.

A primeira coisa que muitos vão se perguntar em relação a esse jogo é com certeza quanto aos gráficos. Será que nessa conversão a qualidade original foi preservada? Infelizmente a resposta é não. A Williams fez um ótimo trabalho adaptando um jogo com uma engine 3D para um console com um poder de processamento 3D quase nulo, mas o fato de o hardware do Snes ser muito fraco para esse tipo de jogo pesou muito no resultado final. Quando comparados aos gráficos da versão original para PC, nota-se que houve uma imensa perda de qualidade, mas mesmo assim, em se tratando de um jogo para Snes, os gráficos são ótimos.

As texturas das paredes estão em baixa resolução, e a velocidade do jogo não é tão rápida como no PC, mas isso não chega a atrapalhar a jogatina. Talvez aqueles que já jogaram a versão de PC's possa torcer o nariz para os gráficos do jogo, mas quem está jogando Doom pela primeira vez na vida através do Snes, achará um jogo muito agradável. Durante o jogo não será raro ocorrerem slowdowns (as famosas "câmeras lentas"), e isso é um fato que pode irritar as vezes, pois se você está numa sala cheia de inimigos acaba sendo alvo fácil devido aos slowdowns, mas isso é totalmente compreensível e esperado devido às limitações técnicas do Snes para um jogo desse porte. Mas mesmo com esses problemas, posso dizer que Doom é um bom jogo graficamente falando.

Quando o assunto é a parte sonora em geral, a versão do Snes curiosamente consegue ser superior que seu irmão do PC. Os efeitos sonoros como tiros, gritos e explosões estão praticamente iguais ao PC, mas quando o assunto são as músicas, a versão do Snes dá um banho, com ótimas músicas, muito bem feitas, ao contrário dos midis bem primitivos usados no PC. A música da primeira fase é uma das melhores, e uma das minhas favoritas também, já te deixa logo de cara no clima no jogo. As vezes vai dar vontade de deixar seu personagem parado apenas para curtir as músicas do jogo.

A jogabilidade de Doom pode ser algo que atrapalhe um pouco. O controle do Snes não foi projetado para esse tipo de jogo, e isso fica evidente aqui. Devido ao "peso" do jogo para o hardware do Snes, a resposta dos controles ficou um pouco lenta (algo que dificulta muito em um jogo como Doom, pois velocidade de resposta é quase que fundamental para se dar bem nesse tipo de jogo), além de não ser possível andar de lado e para frente ao mesmo tempo (fazendo um movimento muito comum em jogos de tiro, andando na diagonal), o que é uma grande desvantagem quando se quer entrar em um corredor com tudo. Esse foi um ponto que creio que a Williams devia ter trabalhado um pouco mais, pelo menos para deixar a resposta um pouco mais rápida e suave.

Em relação à dificuldade, posso afirmar que Doom é um jogo difícil, principalmente se jogado no modo Nightmare, onde você precisará de muita habilidade e munição para terminar o jogo. Além disso, você constantemente vai se perder pelos intermináveis corredores das fases mais avançadas do jogo, mesmo com o mapa, e vai ficar se perguntando onde pode estar o caminho correto para você prosseguir. Paciência nessas horas será sua maior aliada, pois senão você vai pirar e não achará o fim do fase.


Em suma, a conversão de Doom para o Snes foi de certo ponto muito satisfatória, mesmo com alguns problemas no controle e uma perda gráfica em relação ao jogo original, mas nada que incomode aquele que quer apenas um jogo bacana para jogar. Empunhe sua espingarda agora mesmo e vá enfrentar a horda de inimigos que o esperam pelos corredores de Doom!

Créditos Review: Trooper

Download: Clique Aqui!

2 comentários:

  1. Apesar de não gostar de Doom eu tenho que reconhecer que pra um jogo de 16-bits um jogo de tiro em primeira pessoa como esse ficou muito bom apesar dos sprites delatados eu gostei desse jogo mesmo não gostando de Doom

    ResponderExcluir

Lembrando que as suas visitas e agradecimentos são o nosso incentivo, ajude-nos a divulgar o blog... A sua ajuda é muito importante para nós!! E não se esqueça de add nosso blog aos seus favoritos!