sexta-feira, 27 de abril de 2012

The Firemen

http://i236.photobucket.com/albums/ff289/diegoshark/blogsnes/FiremenThe_00000.png
Gênero: Ação/Simulação
Ano: 1994
Fabricante: Human Corporation
http://i236.photobucket.com/albums/ff289/diegoshark/blogsnes/FiremenThe_00002.pnghttp://i236.photobucket.com/albums/ff289/diegoshark/blogsnes/FiremenThe_00001.png 

Jogos com o tema de bombeiros além de serem raros de existir, compartilham também a fama de serem ruins demais. De cabeça, me lembro do jogo do Atari onde era preciso subir pela escada do caminhão enquanto jogava água em um prédio em chamas. Em outro game, você controlava o próprio bombeiro em diversas salas enquanto extinguia as chamas. De todos os jogos de envolvendo bombeiros que joguei, esse para SNES talvez seja o melhor deles.

O jogo, antes de mais nada, conta uma pequena história de luta contra o tempo para salvar pessoas e sair vivo de um prédio em chamas, tudo isso em pleno natal. Danny e Pete são exímios bombeiros que foram convocados à entrar no edifício, salvar as pessoas e tentar acabar com as chamas do local. Controlando um deles, a CPU se encarrega de controlar o outro, que usa um machado para acabar com o fogo. No controle do personagem principal, temos desde a previsível mangueira d'água infinita, além de bombas de água e de habilidades como se arrastar para passar em frestas, etc.

Do ponto de vista técnico, o jogo exibe gráficos convincentes, mas nada excepcionais. A movimentação tanto dos bombeiros como das chamas são bem feitas, assim como os cenários que, apesar de repetitivos (afinal, estamos em um prédio), são bem feitos também.

Acredito que o maior trunfo do jogo seja sua jogabilidade: as chamas são variadas e muitas delas exigem uma certa estratégia de combate, como atacar pela diagonal, usar o borrifador ou até mesmo jogar uma bomba para dar uma limpada na tela. Além do fogo por todo lado, perigos como o chão se quebrando ou dutos de ar explodindo são frequentes, dando uma variedade bacana à dificuldade apresentada pelo jogo.

Além disso tudo, o game apresenta chefes, que são na verdade algum tipo de fogo incontrolável ou algum robô maluco que solta fogo por todo lado, mas que não deixa de agregar muito ao jogo, fazendo ele se diferenciar da maioria do seu estilo.

Concluindo,é um jogo bem criativo diante da massa de jogos do estilo que pecam pela repetição e não inovam em nada. Apesar da época, The Firemen, na minha opinião, ainda vai figurar no topo de muitas listas de melhores jogos sobre os verdadeiros heróis da humanidade.




Créditos Review: Cosmão

Download: Clique Aqui!

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Super Mario All-Stars

http://i236.photobucket.com/albums/ff289/diegoshark/blogsnes/SuperMarioAllStars_00000.png

Gênero: Aventura
Ano: 1993
Fabricante: Nintendo


http://i236.photobucket.com/albums/ff289/diegoshark/blogsnes/SuperMarioAllStars_00001.pnghttp://i236.photobucket.com/albums/ff289/diegoshark/blogsnes/SuperMarioAllStars_00002.png

A coletânea

Super Mario All-Stars é uma coletânea de games do Mario lançada para Super Nintendo em 1993, essa compilação traz os quatro games do encanador italiano que foram lançados para NES.

Os jogos

Como disse anteriormente, Super Mario All-Stars é uma coleção composta por: Super Mario Bros, Super Mario Bros: The Lost Levels (Super Mario Bros 2 no Japão), Super Mario Bros 2 (a versão ocidental) e Super Mario Bros 3; ou seja, pelos games clássicos do Mario. Esses jogos mativeram suas histórias e jogabilidades intocadas, mas receberam melhorias consideráveis no que diz respeito aos gráficos e ao som.

1) Super Mario Bros

O game que ajudou a reerguer a indústria, Super Mario Bros está presente nessa coletânea, com gráficos e sons remasterizados, é verdade, mas com enredo e jogabilidade inalterados.

2) Super Mario Bros: The Lost Levels (Super Mario Bros 2 no Japão)

A sequência de Super Mario Bros lançada somente no Japão em sua versão original, chega pela primeira vez ao ocidente, pois devido sua dificuldade, na época, a Nintendo achou melhor lançar um game diferente deste lado do globo.

3) Super Mario Bros 2

Um jogo atípico, que destoa um pouco do universo de Mario, mas nem por isso um game ruim, a aventura de Mario por Subcon também marca presença em Super Mario All-Stars.

4) Super Mario Bros 3

O jogo supremo, a aventura definitiva de Mario está presente, com gráficos e trilha sonora renovados, mas o enredo e a jogabilidade permanecem os mesmos.

Parte geral

De modo geral, todos os games foram remasterizados para esta coletânea; o visual e a trilha sonora estão bem melhores do que as versões originais.

Gráficos

O visual dos quatro games está mais colorido, vivo e detalhado, a animação também está fluindo de maneira claramente superior, porém, sem descaracterizar o universo original dos games.

Imagens dos jogos. De cima para baixo: Super Mario Bros, Super Mario Bros: The Lost Levels, Super Mario Bros 2 e Super Mario Bros 3.

Som

As trilhas sonoras de todos os games foi remasterizada, as composições e efeitos clássicos estão melhores do que nunca.

Jogabilidade

A perfeição presente em todos os jogos presentes em Super Mario All-Stars foi mantida; acerca dos controles, eles continuam simples e precisos nos quatro games, mas foram adaptados a fim de utilizar os botões extras do Super Nintendo, ou seja, os botões X e Y funcionam. Uma novidade importante foi a adição da possibildiade de salvar o progresso do jogador em todos os games.

Considerações finais

A Nintendo fez um excelente trabalho com Super Mario All-Stars, pois não apenas compilou os quatro games clássicos do encanador lançados para NES, mas também deu novo fôlego a eles, que nesta coletânea mantêm suas consagradas jogabilidades, mas com um visual à altura do Super Nintendo. Uma coleção de clássicos simplesmente imperdível!




Créditos Review: GabrielDownload: Clique Aqui!