quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Rocky Rodent / Nitro Punks: Might Heads (Jap)

http://i236.photobucket.com/albums/ff289/diegoshark/blogsnes/RockyRodent0000_256x223.jpg
Gênero: Aventura
Ano: 1993
Fabricante: Irem
http://i236.photobucket.com/albums/ff289/diegoshark/blogsnes/RockyRodent0001_256x223.jpghttp://i236.photobucket.com/albums/ff289/diegoshark/blogsnes/RockyRodent0002_256x223.jpg

Nosso querido e saudoso SNES teve uma enorme quantidade de jogos difíceis, que faziam você ter vontade de jogar o controle no chão ou simplesmente desligar o video game, completamente irado com aquela maldita parte que você não conseguia passar ou aquele chefe apelão que não morria nunca. Fases com muitos inimigos, vidas que acabavam muito rápido, continues limitados (quando existiam) e checkpoints praticamente esquecidos eram mais algumas das características de games que tiravam o sono de muitos jogadores. Rocky Rodent (ou “Nitro Punk Might Heads”, no japonês) pode não ser exatamente um clássico lembrado por todos, mas com certeza quem jogou sabe da dificuldade e do desafio que ele proporciona, se enquadrando em praticamente todos os itens acima.

A história é bem bacana: nosso herói (?) Rocky Rodent, é um gato esfomeado. Sem querer, enquanto comia desesperadamente durante seu almoço no resaturante ”Pie Face Balboa's” ingere um envelope. Até aí, nada de mais. O problema é que ali dentro estava todo o dinheiro que o dono do restaurante iria utilizar para pagar a mensalidade cobrada pela máfia de Don Garcia, que controla praticamente toda a cidade. Como agora o dinheiro se foi e a mensalidade não foi paga, os mafiosos sequestram Melody, filha do dono do restaurante. Para se desculpar, Rocky aceita uma proposta: se ele trouxer Melody de volta sã e salva, estará perdoado e ainda poderá comer o quanto aguentar no restaurante.

Os comandos são bem simples. O já conhecido “Y” corre e bate, enquanto “B” pula. No caso de Rocky Rodent , ele “bate” com o próprio cabelo. E não é só um cabelinho comum não. São vários penteados, de vários formatos e cores que desempenham funções específicas em cada parte do game. E são justamente esses penteados que a marca registrada do game e que o fazem realmente interessante. Vamos relembrar alguns?

Topete: O primeiro penteado que você arranja pra ajudar. É só encontrar uma latinha rosa de spray, passar um pouco na cabeça e… pronto! Serve tanto para matar inimigos quanto para ficar pendurado em determinadas partes do teto, ajudando a subir a andares mais altos.

Moicano: Este penteado você consegue ao encontrar uma máquina de raspar cabelo nas latas de lixo ou embrulhos de presente. Pressionando Y, você atira o cabelo nos inimigos. Ele retorna para você em seguida, como se fosse um bumerangue. Pode ser jogado nas paredes também, onde fica cravado e funciona como trampolim para atingir partes mais altas.

TrançaTrança: É o mais fraco para atacar os inimigos, porém o que tem o maior alcançe. Pode ser usado para fazer Rocky se pendurar em ganchos e balões, onde o gato pode se embalar para chegar a lugares antes inacessíveis . Encontre um vaso de flor e uma linda borboletinha será responsável por dar o toque final em seu cabelo.

Mola Mola: Ao encontrar uma daquelas máquinas que os cabeleireiros usam para fazer permanente, você sai com uma bela mola na cabeça. A partir daí, pode sair pulando de cabeça para baixo por aí. Serve para matar inimigos e usar como trampolim.

A jogabilidade de Rocky Rodent pode parecer um pouco estranha no início, mas é só até você se acostumar. Rocky às vezes demora demais para responder ao comando de pulo ou pra começar a correr. Contudo, não é nada que um tempinho de jogo não resolva, afinal são apenas três comandos, exaustivamente utilizados durante todo o jogo. Durante as seis fases do game (divididas em algumas sub-fases) você irá passar por cidades, casas mal assombradas, estradas, torres e esgotos. O game tem gráficos bem simples, porém com cenários muito bonitos e bem construídos. Uma boa variedade de inimigos e chefes, além, é claro, dos diversos penteados, que fazem com que você possa desfilar vários estilos pelas ruas da cidade, fazem de Rocky Rodent uma ótima pedida dos áureos tempos dos 16 bits.




Créditos Review: Rodrigo Trapp

Download: Clique Aqui!

2 comentários:

  1. engraçado que no final eles deram a entender que teria o 2 do game...

    ResponderExcluir
  2. tenho este jogo em perfeito estado....jogo demais...as vezes passo dia sem jogar por voltar do inicio sempre por não ter continue, fazendo assim o jogo ser viciante. jogo muito foda...minha infância

    ResponderExcluir

Lembrando que as suas visitas e agradecimentos são o nosso incentivo, ajude-nos a divulgar o blog... A sua ajuda é muito importante para nós!! E não se esqueça de add nosso blog aos seus favoritos!