segunda-feira, 18 de abril de 2011

Mighty Morphin Power Rangers: The Movie

http://i236.photobucket.com/albums/ff289/diegoshark/blogsnes/PRMOVIE0000_256x223-1.jpg
Gênero: Ação
Ano: 1995
Fabricante: Bandai
http://i236.photobucket.com/albums/ff289/diegoshark/blogsnes/PRMOVIE0002_256x223.jpghttp://i236.photobucket.com/albums/ff289/diegoshark/blogsnes/PRMOVIE0001_256x223.jpg

O Jogo

Ivan Ooze, um ser maléfico, quer dominar a Terra, por motivos que todos os vilões de Power Rangers querem: Porque sim. Mas como vilões de Power Rangers tem QI menor que uma ervilha, decidem começar seu domínio exatamente aonde os Rangers vivem. E Zordom, a criatura que vive num tubo (O Entubado é o Billy, se é que me entendem =p) chama seus heróis de roupa colante e colorida (Não, não é o Restart) para defender a terra das forças DO MAAAAAAAAL! E muitas poses, dublês e lutas estarão presentes nesse jogo, com enredo ligeiramente diferente do filme.

Jogabilidade

Segue a de um jogo de plataforma da época, vá em frente, bata nos inimigos e tudo mais. Mas tem algumas particularidades e melhorias em relação ao jogo anterior de SNES, a barra de Power, que é usada para morfar, permite executar um ataque especial que gasta um pouco da barra, é possível lutar em dois planos da tela, e não um como no anterior. Quando se morfa, ainda se luta usando as mãos, e não a arma como no anterior, a arma é usada apenas quando a barra de power está cheia quando se está morfado. Cada ranger tem suas características específicas quando se está na forma civil, o pior deles é o Billy, com certeza.

Gráficos:

Os sprites são legais, os cenários são bem coloridos, não tanto quanto um show do Restart, mas vocês me entenderam, seus piadistas de segunda! Os Rangers estão bem detalhados, e os cenários são bem variados, apesar de só ter uma fase “city style”, você nunca vai se sentir no mesmo lugar enquanto joga.

Sons:

Os temas são todos bons e bem feitos, embora não sejam lá aquela maravilha que você lembrará daqui a 20 anos! Exceto pelo tema dos Power Rangers, esse aí é que nem chiclete. Afora isso é tudo na media, sem coisas memoráveis, porém, nada descartável.

Finalizando:

Se o que você precisa é de uma boa jogatina retrogamer com um amigo pra passar uma tarde, esse aqui é um dos que recomendaria, a dificuldade é mediana e até mesmo um jogador menos apto consegue zerar com umas tentativas. Recomendo, é bem divertido!




Créditos Review: Kyo

Download: Clique Aqui!

Um comentário:

Lembrando que as suas visitas e agradecimentos são o nosso incentivo, ajude-nos a divulgar o blog... A sua ajuda é muito importante para nós!! E não se esqueça de add nosso blog aos seus favoritos!