sábado, 28 de agosto de 2010

Clock Tower

Gênero: Estratégia/Terror
Ano: 1995
Fabricante: Human

História

Neste jogo você controla Jennifer, uma órfã estudante de 15 anos, a qual tinha o pai biológico, que desaparece misteriosamente após ser chamado para atender uma emergência domiciliar. Depois de sete anos foi adotada por Sra. Mary junto de três amigas, que são levadas para uma mansão assustadora no meio de uma floresta, mansão que é marcada por uma imensa torre com relógio, por isto o nome do jogo Clock Tower.

Ao decorrer do jogo Ann, Lotte, Laura e Sra. Mary desaparecem e você tem que as procurar sozinha nesta grande mansão repleta de segredos. Ao longo do jogo você encontra Bobby, garoto de oito anos que assassina suas vítimas com uma tesoura gigantesca e que parece correr insaciavelmente atrás de Jennifer com a intenção de matá-la.

No final do game você descobre que o pai de Jennifer fez o parto de uma criança demoníaca, a qual pertencia a Sra. Mary, então o pai de Jennifer foi morto para que não contasse a ninguém a sua experiência. O bebê se chamava Dan, irmão mais novo de Bobby, o menino da tesoura. Aparentemente a intenção de Sra. Mary Barrows era de alimentar seu filho Dan com os órfãos.

Personagens.

Jennifer Simpson: Jennifer é a personagem principal do jogo. Solitária órfã de 14 anos que é adotada junto de três amigas por Sr. e Sra. Barrows. Seu pai biológico era um médico, o qual desaparece misteriosamente após ser chamado para atender uma emergência domiciliar, ninguém sabe de onde veio a chamada. Ela se veste de azul e uma blusa branca.

Bobby: É um menino gordinho e loiro de oito anos, que aparece após o desaparecimento da Sra. Mary e as três amigas de Jennifer, o que se sabe sobre este garoto é que ele usa uma tesoura gigante para matar as suas vítimas. Este garoto é só mais uma das "coisas" existentes na casa.

Ann, Lotte e Laura: São as três amigas de Jennifer adotadas por Sra. Mary e Sr. Barrows. Laura é a garota loira com um vestido azul, Lotte é a garota ruiva de cabelo curto e uma blusa vermelha e Ann a de cabelo castanhos vestindo uma blusa bege e uma saia verde.

Sra. Mary Barrows: Sra. Mary é a mulher de Sr. Barrows, parece uma mulher muito gentil que receberá as suas quatro órfãs, mas muito tem a se esconder sobre esta mulher misteriosa. Ela é loira, veste uma blusa branca e calças pretas.

Sr. Simon Barrows: Este é o proprietário da mansão, Sra. Mary parece no inicio do jogo levando as quatro garotas para supostamente conhecê-lo.

Dan: É uma coisa escondida no subsolo da mansão. Nada pode se afirmar sobre esta criatura bizarra o que se sabe é que ele é um bebê deformado ou algo do tipo.


Vários jogos tentam atiçar essa sensação de jeitos diferentes: Resident Evil tenta te fazer borrar as calças com o susto do fator surpresa (você vai salvar o jogo e de repente um zumbi sai do armário e te pega) e o fator survival horror (“droga! Tô sem balas! Será que tem algum inimigo atrás daquela porta? Será que ele vai me matar?”). Silent Hill te assusta com o bizarro e o desconhecido (você mata cães com a cabeça dividida ao meio e salva num símbolo satânico... deu pra entender?), mas e esse joguinho de Snes?

Pois bem: Clock tower usa tudo isso, mas de um jeitinho mais profundo: não te dá susto (bem, não apenas sustos), Clock Tower é aquele tipo de jogo que você vai jogando e vai começando a sentir um desconforto estranho, uma vontade ao mesmo tempo de desligar o console (ou fechar o emulador) e de continuar jogando, quando de repente algo te chama à atenção, você vai ver e de repente está correndo de algo muito feio e bizarro com aquele pensamento de “eu tenho que me esconder” mas não consegue.

Quando vê você está encurralado com um som de tesouras te deixando doido, e de repente... DEAD END. Acho que deu para ter uma idéia.

Mansões, Por que sempre mansões?
Clock Tower é um título de horror/aventura japonês (a tradução já está disponível na internet) em que você controla Jennifer, uma órfã que foi adotada junta com suas amigas por uma senhora para viverem em uma grande e solitária mansão. Até aí tudo bem, mas de repente suas amigas desaparecem e Jennifer acaba sozinha e a aconchegante mansão se torna um lugar terrível e assustador (parece história de filme de terror de Segunda né?). Claro que tem mais, mas não quero estragar a surpresa.

Sua missão é achar suas amigas e sair vivo(a) da mansão. Se isso vai ser fácil ou não, depende apenas de você. Não entendeu? Então deixa-me explicar: O jogo possui NOVE finais (poucos conhecem o final secreto, e muita gente garante que não existe, mas irei te provar como se faz esse final...) que variam desde fugir com o rabo entre as pernas e deixar todas as suas amigas para trás até ir fundo no mistério da mansão e salvar todo mundo.

O controle não é dos melhores: você usa um cursor similar ao mouse (o Mouse do Snes não é compatível. Que pena). Aperte Y uma vez para anda, duas para correr e se o cursor virar um quadrado, você aperta Y para interagir com este objeto. Bem simples, mas nem um pouco ágil.

Ele está vindo! Vou me esconder debaixo do abajur...
A mecânica do jogo é bem interessante: a primeira coisa que muitos vão notar é que você anda COMPLETAMENTE DESARMADO! Isso mesmo! Nem com uma faquinha de descascar batatas!

Você passa a maioria do tempo explorando a casa, juntando itens (que você NUNCA usa em você, apenas nos quebra-cabeças) e eventualmente correndo do que quer que esteja te perseguindo.

Nessa hora em que você parece estar correndo da polícia que começa um dos pontos mais interessantes do game: você pode tentar fugir e se esconder nos mais diversos lugares que alguém que estivesse sendo perseguido seria. Exemplos? Você pode se esconder atrás de cortinas, debaixo da cama, pular para trás dos armários, dentro da banheira, passando por coisas mais absurdas como estourar uma lata de gás inseticida e fugir no meio da fumaça (claro que muita gente acaba morrendo sufocado(a) no processo... coisas da vida).

Claro que às vezes você tem que encarar o seu perseguidor de frente! Nessas horas aperte o botão B (ok, o botão que você configurou como B) feito um doido para tentar se livrar da investida e continuar correndo.

Mas mudando de assunto, outro fato que merece atenção é que várias coisas do game mudam de jogo para jogo, desde os acontecimentos até mesmo a localização de certas salas! O que garante, junto com os vários finais, um fator replay altíssimo.

É a sala escura, assustadora e macabra mais linda do Snes!
Os gráficos são incríveis (lembre-se que estamos falando de um game originalmente feito para um console de três gerações atrás e faz mais de uma década!), com personagens e cenários muito bem definido, com várias fotos inseridas no game.

A parte sonora do game é incrível, contando com sons de qualidade. Você ouve desde passos até mesmo o “click-click” da tesoura do Bobby (o cara que mais parece ’A vingança do jardineiro’)

Já não bastavam os sustos, o lado ruim do game também gela o sangue!
Todo game tem suas falhas, mas esse se supera.
A primeira que muitos vão notar de cara é que o game é ABSURDAMENTE LENTO! Do tipo que você leva horas para cruzar um corredor. Claro, você pode correr, mas CORRER GASTA SUA VIDA. Você pode regenerar sua vida descansando (aperte X algumas vezes e espere ela se sentar), mas isso demora um bom tempo.
Outro grande problema é a presença de bugs bizarros no game.

Que tal se você está fugindo e de repente vai ver algo na parede. Milagrosamente você atravessa vagarosamente seu perseguidor como se ele não existisse, vê o objeto e só volta para a perseguição. Estranho não? Mas não é só isso. Às vezes o seu retrato (que mede sua vida) passa para cores estranhas, ou você misteriosamente perde quase toda sua vida do nada! Pode?

Resumindo Clock Tower é um excelente game de terror, se levar em conta as limitações do console onde foi originalmente feito (as versões para PSX e Wonder Swan Color praticamente não receberam melhorias).
Então, feche a porta, apague as luzes!




Créditos Review: KCLAUBER

Download (rom em Português): Clique Aqui!
Download Detonado: Clique Aqui!

10 comentários:

  1. muito bom Review!!!
    esse jogo da um mal estar msm

    ResponderExcluir
  2. Link quebrado
    poderia me mandar o jogo?
    marquesrjessyca@hotmail.com

    tks

    ResponderExcluir
  3. Novo link adcionado e em PTBR.Flws!

    ResponderExcluir
  4. uao e ela afinal alguma vez ela se salva

    ResponderExcluir
  5. bobby morre alguma vez responda

    ResponderExcluir
  6. Sim tem alguns final que a Jennifer se salva e o Bobby Morre, mais isso é só nas cenas finais do jogo. Mais logico que tem alguns finais do jogo que ela morre, e um que ela foge com Lotte ( que na minha opinião é um menino)

    ResponderExcluir
  7. oi oi XD saba que porcausa sua eu achei esse jogo ? XD fiz até um video sobre ele e coloquei até sua descrição da sua história =D

    só que acho que com essa analise minha fica meion dificil saber se é terror ou comérdia XD

    olha aki =]

    http://www.youtube.com/watch?v=8KEc0-iZU4U

    ResponderExcluir
  8. Clock tower e muito massa! Mais eu tenho medo de jogar ele as 10h da noite!

    ResponderExcluir
  9. Muito boa a indicação, já irá entrar na minha lista de jogos para ser jogado esse ano

    ResponderExcluir

Lembrando que as suas visitas e agradecimentos são o nosso incentivo, ajude-nos a divulgar o blog... A sua ajuda é muito importante para nós!! E não se esqueça de add nosso blog aos seus favoritos!