quinta-feira, 13 de maio de 2010

Prince of Persia

http://i236.photobucket.com/albums/ff289/diegoshark/blogsnes/PrinceofPersia0000.jpg
Gênero: Aventura/Ação
Ano: 1992
Fabricante: Konami/Brøderbund Software/Arsys Software
http://i236.photobucket.com/albums/ff289/diegoshark/blogsnes/PrinceofPersia0001.jpghttp://i236.photobucket.com/albums/ff289/diegoshark/blogsnes/PrinceofPersia0002.jpg

História

No tempos em que a Pérsia era uma grande e próspera terra, o Sultão está realizando uma expedição, delegando o governo do país para o Grã-Vizir Jaffar, seu braço-direito. Sedento por poder, Jaffar aproveita a situação para assumir o lugar do soberano e controlar toda a Pérsia. Para sacramentar a situação (de forma "rápida"), ele precisa se casar com a filha do Sultão.
Enquanto a princesa é ameaçada pelo Jaffar...
No entanto a princesa, apaixonada por um aventureiro estrangeiro, rejeita o Vizir. Para resolver o problema, Jaffar trancafia o nosso herói nas masmorras do palácio e lança um ultimato a princesa: ela tem duas horas para aceitar o matrimônio, caso contrário será executada.
...o nosso herói apanha dos soldados.
Nas masmorras, o herói, depois de apanhar um bocado, consegue se libertar e precisa encontrar Jaffar antes que o tempo se esgote...
O Jogo

PoP é um dos grandes clássicos de aventura de todos os tempos. O game, originalmente criado por Jordan Mechner para computadores, revolucionou com a animação realista do personagem principal (cujos movimentos foram copiados através de rotoscopia, uma versão pré-histórica do Motion Capture) e seu excelente design de fases, que privilegiava a superação de diversos obstáculos que aparecem pelo caminho ao invés do combate com dezenas de inimigos.

A versão do SNES é um remake do original, produzido no Japão com a supervisão do Mechner.
Visual

O principal destaque é mesmo para as animações do príncipe, variadas e fluídas. Os cenários captam muito bem o clima das aventuras das 1001 Noites e para quebrar um pouco da “rotina” de corredores / andares vemos também subterrâneos e áreas externas do palácio.
Som

A trilha sonora cai como uma luva para o jogo, sempre com aquela “atmosfera” árabe. Os efeitos sonoros são competentes, mas às vezes ocorrem algumas falhas (como ruídos).
Jogabilidade

Basicamente, você precisa percorrer 20 níveis em menos de 120 minutos (reais) para terminar o game. O scroll do game é “travado”, isto é, as telas só avançam apenas depois que você as percorrem de uma ponta a outra. Isto é interessante, já que permite observar o cenário com atenção.

Como foi dito anteriormente, o principal desafio de PoP é encontrar a saída de cada nível. Cada fase apresenta diversos obstáculos, como vários andares (quase como labirintos em alguns níveis), vãos, abismos, pisos falsos, grades bloqueando o caminho, espinhos que surgem do chão, guilhotinas de diversas formas, etc. Sem falar em eventuais combates contra guardiões ou esqueletos, cuja principal função é atrasar o príncipe (tanto que nos confrontos o relógio aparece insistentemente avisando o tempo restante).
Qualquer erro e bem-vindo de volta ao ínicio da fase...
Você também pode usar estes obstáculos a seu favor: detone os inimigos empurrando-os contra abismos ou derrube um piso falso para acionar permanentemente alguma passagem. Falando em combates, o jogador pode bloquear (parry) os ataques inimigos e rapidamente contra atacá-los.

Um ponto muito interessante é que o príncipe conta basicamente com ele mesmo: sem “super-poderes”, ele morre se cair de uma grande altura, não tem “super-pulos” e só conta com a espada para os combates. O jogador vai ter que quebrar a cabeça para alcançar um ponto aparentemente inatingível.

Volta e meia o jogador terá que encarar alguns "bosses", como um cavaleiro, uma amzona e até mesmo seu próprio reflexo!

Uma coisa meio frustrante do jogo é que se morrer, volta para o início da fase. E, acreditem, é muito fácil morrer em PoP. Correndo contra o relógio, a tendência é que o gamer conclua os níveis o mais rapidamente possível e a probabilidade de cometer alguma burrada fatal é muito grande. Eu joguei esta versão usando e abusando dos “save states” do emulador e mesmo assim me irritava com os erros. Imaginem então quem jogava no bom e velho SNES...

Um lance bacana do jogo é que mesmo que o tempo acabe, o jogador ainda pode chegar ao vigésimo nível, mas não poderá enfrentar o Jaffar e, obviamente, salvar a princesa, visto que ela já foi executada. A idéia é que o gamer conheça bem as fases para uma nova tentativa.

Prince of Persia prova que bons games definitivamente não envelhecem.




Créditos Review: BigJ

Download: Clique Aqui!

6 comentários:

  1. prince of persia o surgimeto de uma saga super legal e desafiador gostei muitissimo desse jogo e me empenhei o maximo pra terminar um exelente jogo uma historia digna de um roteiro de Hollywood ^^

    ResponderExcluir
  2. Só uma coisa, para zerar na primeira vez sem conhecer é meio complicado mesmo, pois você pode se perder em algumas fases, mas depois de conhecê-las fica fácil terminar antes dos 120 min.

    ResponderExcluir
  3. existe um programa que serve pra editar fases do PoP... tem uma ROM que os hackers fizeram desse jogo chamada Prince of Persia Remix 3, e muito dificil mesmo! um grande desafio pra quem acha que e craque nesse game. se alguem estiver interessado o link de download é esse:

    http://www.2shared.com/file/a-TFfkoH/Prince_of_Persia_REMIX_3.html.

    no youtube voce pode achar tutoriais para passar as fases.

    ResponderExcluir
  4. Ha!!! Já zerei esse jogo muitas vezes!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. como se passa do level 2? nao achei a saida!

      Excluir
  5. Super legal!!! Só que a última faze me deixa com bolha nos dedos!! rs

    ResponderExcluir

Lembrando que as suas visitas e agradecimentos são o nosso incentivo, ajude-nos a divulgar o blog... A sua ajuda é muito importante para nós!! E não se esqueça de add nosso blog aos seus favoritos!